Abrindo uma conta bancária para a sua empresa nos EUA



Um dos primeiros passos para qualquer nova empresa, é a abertura da conta bancária da empresa.


Mesmo para não residentes dos EUA, esse procedimento é extremamente simples e rápido. Os documentos solicitados podem variar de banco para banco, mas o essencial são os Articles of Incorporation (Contrato Social simplificado dos EUA), o EIN (tipo o CNPJ) e o passaporte. A pessoa que está abrindo a conta, deve ser um representante legal constante no Articles of Incorporation.


Existem alguns bancos que exigem também um comprovante de residência com endereço local dos EUA. O Chase e o Citibank solicitam esse documento. Caso você não tenha uma residência local, existem algumas alternativas que o próprio gerente do banco pode te passar.


No Wells Fargo, você sai da agência já com um cartão temporário e alguns dias depois já chega o cartão definitivo, que pode inclusive ser entregue no Brasil. No Citibank e no Chase o cartão definitivo pode ser enviado no dia seguinte para um endereço dos EUA.


Se você quiser, pode manter um saldo extremamente baixo, mas logicamente é importante ter um saldo mínimo em conta para não incorrer em tarifas mensais de manutenção da conta (saldo de uns US$ 7 mil para não pagar uma tarifa mensal de US$ 17).


Todos esses bancos oferecem uma excelente plataforma de internet banking. No Citibank, você consegue resolver muita coisa inclusive por um chat de atendimento, acessível pelo internet banking. E o Citibank também possui atendimento telefônico com intérprete em português. Em todos os casos, você pode acessar o gerente da sua conta por e-mail, mas via de regra, o nível de retorno deles é extremamente demorado (quando retornam...), a menos que logicamente você tenha alguns milhões de dólares em conta!


Importante lembrar que caso ainda tenha domicílio fiscal no Brasil, e possua mais de US$ 100 mil nos EUA, que todo ano é preciso fazer uma declaração para o Banco Central do Brasil, caso contrário, há aplicação de multa. É importante também declarar essas contas dos EUA na sua Declaração Anual de Imposto de Renda.


Definitivamente, essa será uma das partes mais fáceis do seu empreendimento nos EUA.


OBS: os valores constantes nesse artigo são apenas para referência de magnitude e podem variar de acordo com o tempo e as políticas de cada banco

Featured Posts
Recent Posts
Archive
Search By Tags
Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square