Cresce número de brasileiros que investem mais de R$ 2 milhões para morar nos EUA

February 7, 2019

Cada vez mais brasileiros estão dispostos a investir pesado para imigrar para os EUA.

  

Jorge Botrel, sócio da JBJ Partners

 

Segundo o Departamento de Imigração dos Estados Unidos, em 2018, o Brasil recebeu 388 Green Cards por meio do visto EB-5. Trata-se de uma modalidade de visto permanente para estrangeiros que querem investir em projetos para a geração de empregos naquele país. Atualmente, o valor de aporte é a partir de US$ 500 mil.

 

Os dados mostram que o interesse no EB-5 tem aumentado nos últimos anos. Em 2017, 282 brasileiros recorreram ao EB-5. No ano anterior, o dado era correspondente a 150. Já em 2015, 34 brasileiros haviam investido nos Estados Unidos por meio do EB-5. O número de investidores no Brasil era ainda mais inexpressivo em 2011, quando somente 11 pessoas recorreram à iniciativa.

 

Com esse avanço, o Brasil se destaca como um dos principais mercados de EB-5 no mundo, ocupando o sexto lugar e ficando atrás apenas de China, Vietnã, Índia, Coreia do Sul e Taiwan. 

De acordo com Jorge Botrel, sócio da JBJ Partners  – consultoria especializada em Empreendedorismo, Negócios e Expatriação para os EUA, as principais razões que têm levado os brasileiros a saírem do país são, pela ordem: a violência, a instabilidade econômica e a corrupção.

 

O EB-5

 

Criado em 1990 pelo Congresso Americano, o programa do EB-5 tem como principal objetivo fomentar a economia em áreas consideradas menos privilegiadas no território americano, locais conhecidos como Targeted Employment Areas (TEA) - áreas com índice de desemprego acima da média nacional.

 

O processo de obtenção do EB-5 dura, em média, 18 meses para brasileiros. Depois disso, o investidor tem até 180 dias para se mudar para os EUA. O visto vale também para o cônjuge e para os filhos com até 21 anos, desde que sejam solteiros. O visto equivale a uma autorização de moradia e trabalho por dois anos que, findo esse prazo, pode se tornar permanente. Após cinco anos, é possível solicitar a cidadania americana.

 

Para Botrel, o EB-5 é uma excelente alternativa para quem não se encaixa nas outras opções de vistos ou para quem quer minimizar o risco de uma negativa de visto. “Apesar de ser um visto caro e demorado, as grandes vantagens são o fato dele ser um green card direto, do seu baixo risco de reprovação pela USCIS, e a possibilidade de receber de volta o investimento após 5 ou 6 anos, desde que, logicamente, seguidas as suas regras”, afirma.

 

Segundo o especialista, apesar da tendência de crescimento vista nos últimos anos, uma mudança no cenário político e econômico do Brasil pode desacelerar a procura pelo EB-5. “Além disso, vale lembrar que o governo americano já sinalizou um possível aumento do valor de investimento mínimo para mais de US$ 1 milhão, o que também frearia esse crescimento de investidores”, ressalta Botrel. 

 

Sobre JBJ Partners

 

Empresa especializada em Empreendedorismo, Consultoria de Negócios e Expatriação para os EUA. O sócio Jorge Botrel atua desde 2015 na ponte São Paulo - Miami, ajudando os clientes que desejam estabelecer negócios nos EUA, assim como suportando a obtenção dos seus respectivos vistos de moradia.

 

Para ver a matéria original clique aqui.

 

Please reload

Featured Posts

Já pensou em empreender fora do Brasil? Confira dicas de especialistas

July 29, 2018

1/7
Please reload

Recent Posts