Novo bilionário da tecnologia teve visto negado pelos EUA 8 vezes

April 29, 2019

O chinês Eric Yuan, fundador da companhia de videoconferências Zoom.

 

O mundo da tecnologia ganhou um novo bilionário nesta semana: o chinês Eric Yuan, fundador da companhia de videoconferências Zoom - companhia que acaba de abrir seu capital na bolsa de valores. Mas quem vê onde ele está agora não sabe os perrengues que o presidente da empresa já passou em uma história que pode inspirar muita gente.

 

Segundo a Bloomberg, Yuan e familiares venderam ações avaliadas em US$ 57 milhões com base no preço inicial de US$ 36 por ação e agora vão controlar uma participação estimada em nada menos que US$ 2 bilhões. As ações subiram 72% logo no primeiro dia de vendas, colocando o valor da empresa em US$ 16 bilhões, de acordo com o Business Insider.

 

Eric Yuan tem 20,5% das ações, o que faz dele um dos novos bilionários da tecnologia, junto a nomes como Bill Gates, Mark Zuckeerberg e Jeff Bezos. Mas o chinês tem uma história bem particular e interessante.

 

Visto negado aos EUA oito vezes

 

Eric Yuan decidiu quase 30 anos atrás que queria entrar no ramo da tecnologia, depois de ter ouvido Bill Gates falar sobre a internet. A ideia ficou fixa na mente: o chinês queria estar no mundo das empresas "ponto-com", no Vale do Silício.

 

O asiático, entretanto, só não esperava enfrentar tantas barreiras.  Ele teve o visto para os Estados Unidos negado nada menos que oito vezes pelo governo norte-americano. Foram dois anos de tentativas em vão.

 

Na sua nona tentativa, o atual bilionário teve o pedido de visto aceito e foi para os Estados Unidos em 1997 sem saber falar nada em inglês, segundo a rede de televisão CNBC.

 

Atualmente com 49 anos, o chinês se junta a nomes como Sergey Brin (Alphabet/Google), Jensen Huang (Nvidia) e Elon Musk (Tesla) na lista de imigrantes que ficaram bilionários ajudando a montar empresas no Vale do Silício. E provavelmente ele é uma inspiração para outros de seu país: mais de três quartos dos chineses ricos que pretendem morar no exterior preferem os EUA, de acordo com o Instituto de Pesquisas Hurun e a consultoria especializada Visas Consulting Group.

 

Fonte: Redação Braziliantimes

 

 

Please reload

Featured Posts

Já pensou em empreender fora do Brasil? Confira dicas de especialistas

July 29, 2018

1/7
Please reload

Recent Posts