Trump suspende restrições de viagem para o Brasil, mas Biden deve vetar

Momentos depois de a Casa Branca publicar as regras das restrições, a porta-voz do futuro governo Biden disse que a nova gestão não levará medida adiante


Vivendo os últimos dias no cargo, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, suspendeu as restrições de viagem a passageiros não-americanos vindos do Brasil e da Irlanda, do Reino Unido e dos países da Europa integrantes do Espaço Schengen, grupo de nações do continente com livre circulação de pessoas.


O anúncio foi publicado nesta segunda-feira, 18, para que a flexibilização comece a valer em 26 de janeiro, mesmo dia em que entra em vigor a exigência de teste negativo para Covid-19 aos estrangeiros que quiserem entrar nos EUA.


A medida gerou um impasse entre a atual gestão e a equipe do democrata Joe Biden, que toma posse como presidente dos Estados Unidos nesta quarta, 20. Momentos depois de a Casa Branca publicar as novas regras das restrições, a porta-voz do futuro governo Biden, Jen Psaki, disse que a nova gestão não levará adiante a reabertura.


“Com a pandemia piorando, e mais variantes contagiosas emergindo ao redor do mundo, não é hora de cancelar restrições às viagens internacionais”, escreveu Psaki no Twitter.


Biden já disse algumas vezes que sua preocupação primordial é o combate à pandemia do coronavírus, que já matou cerca de 400 mil americanos.


Além disso, Trump havia mantido as restrições apenas para os rivais políticos China e Irã. Ele alega que os dois países “falharam em cooperar com as autoridades de saúde pública dos EUA e em compartilhar informação precisa sobre a transmissão do vírus”.


Leia a matéria original, publicada pela Revista Veja, aqui.

Featured Posts
Recent Posts
Archive
Search By Tags
Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square