Vermont, o lugar dos EUA onde buscam-se imigrantes

Enquanto presidente americano Donald Trump diz que país 'está cheio' e não pode receber mais imigrantes, Vermont aguarda a chegada de mão de obra para impulsionar economia local. Cidade de St. Johnsbury, no Vermont. — Foto: Ken Lund/Flickr O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou recentemente que o país estava "cheio" e, portanto, não era possível permitir a entrada de novos migrantes. Mas os cidadãos de um estado americano majoritariamente rural não poderiam discordar mais desta declaração. Há 40 anos, Curtiss Reed foi a Vermont, no extremo nordeste americano, nas férias para esquiar e ficou preso em uma tempestade. Ele teve que dormir em uma loja da Dunkin Donuts por duas noi

Aumenta número de imigrantes que se naturalizam cidadãos dos EUA

Mais de 700 imigrantes de 51 países se tornam cidadãos em El Paso County Coliseum. Roberto Urena imigrou para os Estados Unidos há 31 anos, vindo de Jalisco, no México. Ele disse a KFOX14 que quer se tornar um cidadão por muitas razões, mas o que é o mais importante é o seu direito de votar. "Toda a minha família é cidadã dos EUA e todos me disseram para me tornar cidadã também, então posso votar", disse. De acordo com números divulgados pelo site do U.S. Citizenship and Immigration (USCIS), um total de 163 mil imigrantes foram naturalizadas durante o ano de 2018 e Urena espera ser o próximo. “Este país me deu a oportunidade de trabalhar e ter uma vida melhor”, disse. Este é um aumento de 55

Mais milionários estão migrando para fugir de conflitos e impostos

Austrália, Estados Unidos e Canadá são os principais destinos enquanto China e Rússia são os países que mais perdem milionários Por Alexander Sazonov, da Bloomberg Números apontam para tendências atuais e futuras, diz consultoria (CourtneyK/Getty Images) Milionários estão cada vez mais buscando melhores lugares para morar. Cerca de 108 mil milionários migraram em 2018, um aumento de 14% em relação ao ano anterior e mais que o dobro do nível de 2013, segundo a consultoria New World Wealth, com sede em Johanesburgo. Austrália, Estados Unidos e Canadá são os principais destinos, segundo a empresa de pesquisa, enquanto China e Rússia são os países que mais perdem milionários. No ano passado, 3 m

“Fuga de cérebros” do Brasil para os EUA cresceu desde a crise de 2015

Dentre as pessoas questionadas, 95% não querem voltar ao Brasil nos próximos três anos. Os motivos seriam a violência e a corrupção. O número de vistos de imigração emitidos para brasileiros que querem morar nos Estados Unidos cresceu 74% de 2015 (2.478) a 2018 (4.300), segundo dados do Departamento de Estado Americano. Um estudo feito pela JBJ Partners, empresa especializada em expatriação, revelou que, nos últimos quatro anos, a migração de pessoas com formação superior ou pós-graduação do Brasil para os Estados Unidos passou de 83% do total para 93%, intensificando a chamada “fuga de cérebros”. De acordo com a JBJ Partners, tem crescido o número de famílias completas que deixam o país. Há

Posts em destaque
Posts Recentes
Arquivo
Busca por palavras-chave
Siga-nos
  • Facebook Social Icon
  • LinkedIn Social Icon